Vesículas Seminais

Vesículas Seminais

Principais alterações:

         As vesículas seminais são duas glândulas que produzem um líquido viscoso, o liquido seminal que vai se misturar à secreção prostática e aos espermatozoides vindos do ducto ejaculador  para formar o sêmen. É o local onde se produz a maior quantidade (80%) do líquido seminal. Esse líquido nutre os espermatozoides e facilita sua mobilidade.

 

    Patologia relativamente frequente são os chamados cistos congênitos ou adquiridos, a maioria assintomática. Ocasionalmente, podem dar origem a complicações infecciosas ou a problemas como ejaculação precoce, manifestando-se com sintomatologia semelhante à prostatite e sintomas miccionais (irritativos/obstrutivos), dor pélvica ou infertilidade. O tratamento consiste na retirada do cisto. Outra manifestação clinica que pode ocorrer por hiperplasia da mucosa das vesículas seminais é a presença de sangue no ejaculado conhecido como hemospermia. Essa patologia  com esta manifestação é considerada sem gravidade apesar de chamar a atenção e preocupar os pacientes.