O Pênis

O Pênis

Principais alterações:

         Seu formato é  cilíndrico, tem dimensões  que variam tipicamente entre 10 e 18  cm no seu estado ereto; é formado por dois tipos de  tecido (dois  corpos cavernosos e um corpo esponjoso e, em sua extremidade, observa-se uma fenda, que é a terminação da uretra,  canal este que escoa o  esperma e a urina).


         É, portanto, um  órgão que atua em duas  funções, na  reprodução e na excreção de urina.A uretra que passa por dentro do corpo esponjoso pode apresentar infecção conhecida como uretrite, pode apresentar estreitamento conhecido com estenose, pode ser mal formada com abertura ventral chamada de hipospadia ou abertura dorsal chamada de epispadia. A pele que recobre a glande é o prepúcio. Na criança pode apresentar dificuldade de retração por uma doença conhecida como fimose. Muitas crianças tem prepúcio redundante e necessitam ser orientadas a fazer sempre a limpeza, pois embaixo da pele podem se depositar secreções e urina servindo como fator irritativo propiciando o aparecimento de doenças. A retirada do prepúcio, postectomia ou circuncisão é uma forma de prevenir problemas. Adultos também pode evoluir com fimose e parafimose após balanopostite de repetição (infecção do prepúcio e glande). Feridas, verrugas e mesmo o câncer pode se instalar nessa parte do corpo.

 

          Uma doença relativamente frequente é a tortuosidade do pênis quando ereto, doença de Peyronie. Quando a tortuosidade impede a relação sexual o urologista trata com medicamentos, com cirurgia corretiva ou em casos extremos, colocando uma prótese.

 

  • Disfunção Erétil:

 

        A disfunção erétil (D.E.), também conhecida como “impotência sexual”, se caracteriza pela dificuldade em manter uma ereção peniana suficiente para uma prática sexual satisfatória. Estima-se que entre 15-20% dos homens, independente de sua idade, apresentem algum grau de disfunção erétil. Contudo, esse é um problema cuja incidência aumenta quanto mais velho for o paciente. A D.E. pode ter origem psicológica, orgânica (secundária doença ou uso de medicamentosa) ou mista.  Uma boa conversa com orientações do seu urologista, o uso de medicações via oral, injetáveis e mais raramente a realização de cirurgia para implante de próteses penianas, fazem parte do arsenal terapêutico para tratamento desta condição. Uma vida sexual saudável se associa a menores taxas de depressão e até mesmo doenças cardiovasculares, não deixe de procurar o urologista pra conversar sobre este assunto.